Como fazer uma Festa Infantil Sustentável, Educativa e Econômica…

Depois de algumas pesquisas sobre festas infantis ecológicas e sustentáveis, reuni um material com dicas bem bacanas de como organizar uma festa amiga do meio ambiente, sem abrir mão da beleza e da diversão. Seguem as dicas:

Preparativos

Planeje-se antes. Faça uma lista de produtos e serviços que você vai precisar e faça uma busca na internet. Se possível, telefone antes para estes estabelecimentos confirmando o estoque destes produtos. Faça comparação de preço entre uma loja e outra. Além de poupar tempo, você irá poupar dinheiro e a quantidade de combustível queimada para rodar atrás dos produtos.

Decoração

Opte por artigos de artesanato, reutilizados ou recicláveis. Faça uso de móveis que você já tenha em casa. Brinquedos dos seus filhos. Objetos de Decoração do quarto das crianças. Louças da família. Evite o uso do plástico e também do isopor (que tem degradação demorada). Escolha algo artesanal ou reciclado, eles dão um toque especial à festa. Se não tiver tempo ou o DIY (faça você mesmo) não é a sua praia, você pode encomendar os itens artesanais de mesa e toalhas de artesãos e/ou cooperativas que trabalham com esses produtos. A locação é uma boa opção, mas melhor que ela é poder adquirir itens que você poderá utilizar na decoração de sua casa ou quarto do seu filho depois.

mundi festas ecológicas

foto: colagem de fotos da internet

Evite balões

No lugar deles, use lustres, guirlandas, bandeirinhas de tecido, balões japoneses. Lembrem-se, papéis como seda e crepom se degradam com maior rapidez. Utilize esses materiais.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Esqueça os descartáveis

Opte por talheres, pratos e bandejas de material reutilizável como porcelanas, alumínio e vidro. Prefira toalhas e guardanapos de tecidos. Também há empresas vendendo talheres, pratos e copos biodegradáveis. Mas, lembre-se que materiais biodegradáveis, papel ou material pet que utilizados uma única vez, serão mais impactantes ao meio ambiente do que os materiais inquebráveis e reutilizáveis.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Lembrancinhas

É nessa hora que é preciso pensar em quais valores você está passando para as crianças. Presentear com plantas e brinquedinhos recicláveis é uma ótima opção. É possível transformar o momento de descontração e brincadeira em um grande aprendizado para os convidados. Outra maneira é através de oficinas, motivar cada criança a criar o seu próprio presentinho durante a festa, com materiais reutilizáveis, como sucatas, tintas e papéis. Além de lúdico e educativo será uma experiência divertida.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Convites

Desde o primeiro momento, é interessante mostrar para seus convidados o seu cuidado em fazer daquela confraternização uma festa sustentável. A melhor opção é substituí-los por convites virtuais (reduzindo o gasto de papel), mas se você ficar com medo de que nem todo mundo vá acessar a caixa de e-mail e prefere entregar o convite em mãos. Nesse caso, dê preferência ao papel reciclado ou ao papel semente. Um tipo de papel que ao ser plantado nascerão lindas flores. E opte por convites de tamanho pré-definido para melhor aproveitamento de folhas na hora da impressão.

Local:

Quando for escolher o lugar onde será realizada a sua comemoração, veja se o vento natural pode ser aproveitado, reduzindo o custo com ventilação artificial e deixando o clima ainda mais agradável. E pense na opção de fazer a festa de dia, ao ar livre para aproveitar a luminosidade do ambiente e reduzir o gasto com energia. Se a festa for ao ar livre, em um sítio, campo, parque ou mesmo no quintal de casa tente aproveitar a paisagem do local, como árvores e plantas na decoração. Procure lugares que oferecem a chance de introduzir seus filhos na natureza.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Comida:

Evite as frituras no cardápio, prefira alimentos assados, cozidos ou crús. A saúde dos seus convidados agradece e o meio ambiente será preservado com a gordura não desprezada. Espetinhos de frutas ou de legumes cozidos evitam o uso e o desperdício de talheres e guardanapos. Sorvete direto na casquinha também.

Bebida:

Aproveite as frutas da estação e ofereça sucos naturais para os seus convidados. Principalmente sendo estes crianças. Uma forma saudável, prática e muito charmosa de oferecer bebidas aos convidados são as suqueiras. São recipientes de plástico ou de vidro com uma torneirinha que permite a utilização tanto por adultos como por crianças. Assim, reduzimos a produção de lixo com as garrafas pet de refrigerante e as caixinhas de suco. Dentro das suqueiras podem ir sucos naturais, chás gelados ou água.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Música

Para quem quer apostar no mais sustentável, a música ao vivo é a melhor opção. Instrumentos acústicos e percussão deixam a festa mais intimista.

Flores

Se quiser flores na decoração, pondere na quantidade e vale a pena investir em flores do próprio quintal ou da sua região. Sem esquecer-se de não agredir o ecossistema no qual elas estão inseridas. Folhagens plantadas em vasos é a melhor opção.

Brincadeiras:

Atividades de integração são as melhores pedidas. Portanto, esqueça os brinquedos eletrônicos ou aqueles de parque de diversão. Resgate as brincadeiras simples de antigamente, como dança das cadeiras, caça ao tesouro, esconde-esconde e gincanas. Dê as crianças alguns bambolês, cordas, peões, bolas e petecas e deixe que elas criem as brincadeiras. Há também vários tutoriais na internet de brinquedos reciclados como pé-de-lata e boliches. Brinquedos do aniversariante também podem ser usados na festa. Faça o cantinho da brincadeira ou da leitura, as crianças adoram.

foto: colagem de fotos da internet

foto: colagem de fotos da internet

Resíduos

Se você quer mesmo que sua festa seja sustentável, preocupar-se com o lixo gerado é essencial. Para facilitar, disponibilize cestas da coleta seletiva e incentive os seus convidados a utilizá-las corretamente. Ainda assim, reduza o uso de descartáveis ao mínimo. Os excessos de salgadinhos e comidas fazem parte destes resíduos e não devem ser simplesmente jogados fora. Você pode separar estes excessos e distribuí-los entre os convidados ou em instituições carente.

Para mais informações sobre Sustentabilidade, acesse:

http://www.ecodesenvolvimento.org

Se além de uma festa sustentável, você está buscando por um estilo de vida sustentável, aqui no site do SEBRAE tem dicas bem bacanas.

http://www.sustentabilidade.sebrae.com.br/Sustentabilidade/Dicas

Anúncios

Lembrancinhas ecológicas – Kit de jardinagem, mudinhas e sementes. A Natureza Agradece!

Na hora de pensar nas lembrancinhas de aniversário, você sempre fica se perguntando o que oferecer aos seus amigos e convidados? Pois, saiba que esta escolha merece um pouquinho de cuidado extra e atenção. Por que a lembrancinha é um pedacinho da festa que fica, ou melhor, que vai (rsrsrs). E é nessa hora que é preciso pensar em quais valores você está querendo passar para os seus convidados. Se você deseja uma festa ecológica e sustentável, disseminar essa ideia através de lembrancinhas ou outras atitudes é super bacana.

Para a festa do João, eu escolhi mudinhas de flores para dar de lembrancinha. Meu cunhado buscou-as na CEASA alguns dias antes e cuidou delas até o dia da festa. Fiz saquinhos de algodão cru, aproveitei um carimbo com o nome do João Pedro que tinha feito para usar em outros momentos da decoração e amarrei com um pedaço de cordão twine para dar um charminho.

mudinhas de flores dadas como lembrancinhas na festa do João Pedro

mudinhas de flores dadas como lembrancinhas na festa do João Pedro – foto: Fernanda Alves

Alias, é possível transformar o momento de descontração e brincadeira em um grande aprendizado para os convidados. No caso das plantinhas, além de ensinar as crianças a plantar, a regar e a cuidar, elas sentem que estão contribuindo com o meio ambiente.

Depois, pesquisando na internet, descobri outras opções de lembrancinhas bem legais que seguem esta mesma linha ecológica. Ao invés de dar as mudinhas já plantadas, tem gente que dá só as sementes para os convidados plantarem onde desejarem. Ou através de oficinas, que ocorrem durante a festa, motivam cada criança a criar o seu próprio presentinho. Dando a elas material de jardinagem para plantarem suas mudinhas. São lembrancinhas e atividades que, além de educativas, possibilitam uma experiência divertida.

vasinhos com mudinhas já plantadas

vasinhos com mudinhas já plantadas – fotos: colagem de fotos da Internet

oficinas de jardinagem que acontecem durante a festa.

oficinas de jardinagem que acontecem durante a festa – Fotos: colagem de fotos da Internet

kit de jardinagem e sementes dadas com lembrancinhas de aniversário

kit de jardinagem e sementes dadas com lembrancinhas – Fotos: colagem de fotos da Internet

Trilha sonora para festa de criança

Pra quem gosta de música bacana. Essa são algumas das músicas que tocaram na festa do João. A maioria são músicas que tem um significado especial para nossa família. Algumas o João ouve desde a barriga. Nessa seleção tem Milton, Chico, Marisa, Erasmo, Nando, Pequeno Cidadão, Pato Fu, PalavraCantada…

Abaixo vai o endereço da pasta no Dropbox

Essa é das de Barriga:

Nada de Pintinho Amarelinho…

Uma do Nando

Essa dá vontade de dançar

Uma alternativa criativa para as suqueiras

Garrafões no lugar das Suqueiras

Garrafões no lugar das Suqueiras

Algo que eu queria muito na festa eram os sucos naturais, uma opção saudável que o João Pedro pudesse beber. Mas como servir esses sucos? A primeira coisa que veio em mente foi a suqueira de vidro, que além de linda, é muito prática, pois ela tem uma torneirinha que permite a utilização tanto por adultos como por crianças. Sem a necessidade de um garçom. Com a suqueira também reduziríamos a produção de lixo com as garrafas pet ou caixinhas de suco.

Ok. Mas, numa festa com mais de 100 convidados quantas suqueiras seriam necessárias? No mínimo precisaríamos de umas 4 (três sabores de suco e uma para água). Só que quando fui ver os valores para comprar uma suqueira eu me arrepiei. Uma suqueira de 5 litros não baixava de R$60,00. Achei muito caro. E também, o que fazer com 4 suqueiras depois da festa?

Pensei em alugar, mas não encontrei nos meus contatos nenhuma empresa aqui em Porto Alegre que oferecesse este tipo de locação. Outra dúvida, como fazer para repor os sucos durante a festa? Levando em conta que cada suqueira cabe no máximo 5 litros, à cada 20 pessoas, teríamos que estar reabastecendo as suqueiras. Em fim, achamos que daria muito trabalho.

Eu estava quase desistindo, quando o marido deu a sugestão de usarmos garrafão de água mineral, aqueles que de 20 litros. Confesso que não foi de primeira que aceitei a sugestão. Mas, depois percebi que os garrafões solucionavam perfeitamente nossos problemas: custo e praticidade. Então, só faltava botar a criatividade para funcionar e dar uma carinha de decoração aos garrafões. Abaixo a listinha de material que usamos para decorá-los.

– papel contact fosco preto
– giz branco
– cordão twine
– retalhinhos de tecido para as bandeirinhas
– cola de tecido

foto: Fernanda Aves

foto: Fernanda Aves

Copos Reutilizáveis – Uma preocupação a menos para os próximos aniversários

Copos Reutilizáveis - Foto: Fernanda Alves

Copos Reutilizáveis – Foto: Fernanda Alves

Esta ideia foi uma das minhas preferidas da festa, e acho que os convidados também curtiram. Copos reutilizáveis. Além de toda questão ecológica, que norteou a nossa escolha, agora não vou precisar me preocupar com esse item nas próximas festas. Comprei copos coloridos de plástico duro, e coloquei um porta-retrato com as instruções ao lado. A ideia do dizer veio do grupo Festas Ecológicas do Face. É um grupo bem legal, cheio de dicas para quem quer fazer uma festa mais sustentável.

Um estudo realizado pelos ministérios do meio ambiente da Alemanha, Suíça e Áustria para o UEFA EURO (Campeonato Europeu de Futebol em 2008) comprovou que o sistema de copos reutilizáveis ou retornáveis tem um menor impacto sobre o meio ambiente do que todas as outras opções descartáveis.

Materiais biodegradáveis PLA (a base de amido de milho) e papéis ou materiais de PET (poliestireno), sempre que utilizados uma única vez, serão mais impactantes ao meio ambiente do que os materiais inquebráveis e reutilizáveis à base de PP (polipropileno).

Foram comparados no estudo os diferentes tipos de fabricação dos materiais, quantidade necessária, volume de lixo produzido, distancia percorrida para o transporte, quantidade de água, produtos utilizados para a higienização e número de copos reutilizáveis levados para casa como lembrança pelos participantes dos eventos.

As principais conclusões do estudo foram:

Mesmo sob um ponto de vista pessimista, o sistema de copos reutilizáveis é menos impactante e menos agressivo ao meio ambiente do que qualquer outro tipo de copo de um único uso. Em um cenário otimista, averiguou-se que os copos descartáveis apresentam o dobro de impacto ao meio ambiente do que os copos que serão reutilizados outras centenas de vezes. Além disso, esse sistema colabora para a conscientização do público e na redução considerável de lixo.”

http://www.meucopoeco.com.br/o-mais-ecologico.php

Projeto 52 semanas do João Pedro

52 semanas do JP

52 semanas do JP – Foto: Fernanda Alves

Quando o João Pedro nasceu resolvi fazer o Projeto 52 semanas. O projeto 52 Semanas (52 Weeks) é um registro semanal, onde tiramos uma foto por semana, durante um ano. No meu caso, foram as 52 semanas do meu muso inspirador, o JP. Foi muito divertido. Eu tive sorte, porque o João adora tirar fotos, e eu também estive 100% com ele nesse primeiro ano de vida. Então, eu usei esse registro na decoração da festa, que aconteceu exatamente na semana 52. A maioria dos convidados já tinha visto as fotos, porque eu postava semanalmente no Facebook, mas mesmo assim foi bem legal poder ver todas impressas lado a lado.

Projeto 52 semanas (52 weekes)

Projeto 52 semanas (52 weekes) – Foto: Fernanda Alves

O Bolo gelado e Embrulhado

mundi_bolo_gelado

Foto: Fernanda Alves

O bolo foi feito pela minha prima. Uma doceira de mão cheia. Eu sabia que ficaria uma delícia, porque todos os bolos que ela faz são deliciosos. Mesmo assim, duas semanas antes da festa ela fez o bolo para testarmos. O que só confirmou o que eu já esperava. Perfeito.

Eu escolhi um bolo gelado, já cortado e embrulhado, assim seria mais prático na hora de servir, não sendo necessários pratinhos e talheres. Foi feito três sabores de bolo. Mousse de chocolate, coco e coco com frutas. Mas, esquecemos de identificá-los, o que no fim não foi problema, pelo contrário os convidados se divertiram com o “bolo surpresa”. Os pedaços de bolo ficaram no freezer e só coloquei o bolo nas caixas na hora de servir. Fiz três caixas de papelão decoradas com tecidos e fitinhas. Foi difícil achar três caixas redondas exatamente como eu queria em medidas. Mas, acho que o fato delas não estarem nas mesmas proporções, devido a caixa do meio ser mais baixa que as outras, que deu um certo charme ao bolo. Agora, as caixas serão utilizadas para decorar o quartinho do João.

Bolo gelado e embrulhado

Bolo gelado e embrulhado

Detalhes da Festa: Panô na Decoração e Varal de PVC

A primeira coisa que imaginei e fiz para a decoração foram os panôs. A idéia era criar 3 panôs que juntos servissem de pano de fundo para a mesa do bolo. Para o primeiro panô, desenhei uma árvore e um camaleão representando assim a natureza. O segundo, escrevi o nome do João Pedro e para o terceiro e último panô, escolhi o desenho de uma pandorga representando a infância. Todos foram costurados pela minha mãe, feitos com algodão cru e presilhas para facilitar na hora de pendurá-los. Os apliques de feltro foram todos pespontados. Com certeza os panôs foram uma das coisas que mais gostei de fazer. Mas, confesso que depois deles prontos, fiquei um pouco apreensiva sem saber ao certo como iríamos armá-los na hora de montar a decoração. A ideia do Jr, meu marido e pai do João, era de fazer um varal de arame, pois a princípio a festa seria junto de algumas árvores que havia pelo sítio. Não sei se daria certo, porque não chegamos a testar. Acabamos por fazer a festa nesta área coberta, porque a grama do sítio estava um pouco alta e achamos que isso poderia atrapalhar na decoração e no conforto dos convidados. Na foto abaixo vocês podem ver como ficou, tivemos que improvisar com alguns pedaços de canos que tínhamos. Eu já havia visto os varais de cano PVC sendo usados em outras decorações para suportar cortininhas de fitas, porém essas cortinas são bem mais leves que os panôs. Mas mesmo assim ficou bem firme. Levando em conta que tinha bastante vento no dia, o varal de cano segurou bem.

Panô de tecido na decoração

Panô de tecido na decoração

A Festa

Quando comecei a pensar na festa do primeiro aniversário do João Pedro, a primeira coisa que me veio à cabeça foi o tema para a decoração. E por não me decidir por nenhum, eu ia adiando os preparativos da festa. Uma festa que eu fazia questão de falar que não era só do João Pedro. Também era minha e do pai dele. Foi um ano muito intenso para nós. Muitos sentimentos estavam sendo vividos pela primeira vez. Como pais, fizemos muitas escolhas e mudanças de valores desde a chegada do João. Nós queríamos expressar tudo isso. Expressar a nossa felicidade naquela comemoração. E um tema só era muito pouco. Eu queria algo que refletisse estes valores que temos procurado passar para ele. Assim, decidimos que a festa não teria tema, ou melhor, o tema da festa seria João Pedro e decoraríamos com tudo que tivéssemos vontade.

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves

O local escolhido para a festa foi em um sítio. Então o verde das árvores já dava um certo charme a decoração. Decoração sem regras, onde um boneco falante de nariz comprido divide a mesa com uma girafa sem pescoço. Versos de Toquinhos e Milton lado a lado com refrões de músicas do Balão Mágico. Uma decoração livre como a infância que desejo para meu filho.

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves

No cantinho do brinquedo tinha bambolê, pé de lata feito pelo papai, quadro negro, balanço, colcha de retalho e bolinhas de sabão gigantes. Para que ele aprenda que não importa o brinquedo, o importante é criar suas próprias brincadeiras. Um bom par de latas de achocolatado e um cordão fazem a diversão.

Para curtir e ficar o máximo na companhia dos nossos convidados, servimos um almoço para que a festa durasse mais tempo. Comida gostosa e saudável, muito suco natural para que o João Pedro pudesse provar também. Músicas escolhidos uma a uma, muitas com significado muito especial, as preferidas do João Pedro estavam lá. Músicas que ele ouve desde a barriga.

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves

Outros questionamentos que eu tinha eram relacionados ao lixo que produziríamos. Resolvemos usar copos de plásticos reutilizáveis. Bolo gelado embrulhado no papel alumínio para não precisarmos usar pratinhos nem talheres. No almoço usamos louças e talheres da família. Brigadeiro em forminha de papelote simples, sem tags personalizadas e identificação. Afinal, todo mundo sabe o que é um brigadeiro. Foi uma festa feita em mutirão. Lembrancinhas da floricultura do titio e da titia. Churrasco preparado pelo vô e pelo papai. Saladas preparadas pelas vós. Suco feito pelo tio. Bolo feito pelas primas. Na hora de montar a decoração ninguém escapou, todo mundo deu a sua contribuição.

Eu queria uma festa que estivessem presentes as pessoas que realmente participaram do primeiro ano de vida dele. Pessoas que são importantes para nós e que amamos muito. E assim foi. E por isso que hoje, dois meses depois da festa ainda me emociono ao lembrá-la.

foto: Fernanda Alves

foto: Fernanda Alves